Você conhece a síndrome do esgotamento profissional?

Agressividade, mau humor e antissociabilidade podem ser sintomas do Burnout

“Na cabeça dessas pessoas, os pensamentos negativos dominam e,
dependendo de quão intenso o distúrbio esteja, a vida acaba não tendo
sentido”
Chamada também de Síndrome de Burnout, a síndrome do esgotamento profissional se trata de um distúrbio psíquico causado pelo cansaço mental, emocional e físico, devido ao excesso de trabalho.
Ou seja, o envolvimento praticamente ininterrupto da pessoa com a área profissional se torna tão grande que ela deixa de ter e aproveitar momentos de repouso, relaxamento mental e distanciamento das atividades.
Assim, a síndrome interfere negativamente no resultado de quem pensa apenas em demonstrar seu desempenho profissional ao máximo, buscar sucesso, status, realização, etc.
De acordo com a psicanalista Andreia Rego, quem convive com uma pessoa que sofre de esgotamento profissional pode ser capaz de identificar a síndrome por meio do comportamento dela.
Veja também!  Dente-de-leão e suas propriedades medicinais
“O indivíduo passa a agir de forma mais agressiva, fica mais mal-humorado e antissocial. Nas relações de trabalho, ele tenta impor sua superioridade quando há tarefas comuns com outros colegas, por vezes também prefere
ficar isolado. Na cabeça dessas pessoas, os pensamentos negativos dominam e, dependendo de quão intenso o distúrbio esteja, a vida acaba não tendo sentido, isto é, elas passam a ter um vazio existencial, o que gera grande desmotivação para tudo”.
Veja também!  Como funciona a dieta alcalina?
Mas como evitar a síndrome?
Segundo Andreia, que também é coach de Desenvolvimento Humano, a pessoa exausta com suas responsabilidades apresenta alguns sintomas, como fortes dores de cabeça e/ou estomacais, calafrios, falta de ar, desconcentração, insônias, tonturas e até depressão. A síndrome surge aos poucos e os impactos variam de acordo com cada um.
Por isso, é importante parar e tentar perceber se você tem tido picos de alterações, não tão constantes, ou se tem levado a rotina com mais compulsão e imediatismo.

Dessa forma, o processo de coaching é instrumento que pode ser utilizado para evitar a Síndrome de Burnout, já que, por meio dele, é possível passar pelas esferas de vida do indivíduo e proporcionar uma reflexão sobre como está sua qualidade de vida, gestão de tempo e equilíbrio emocional. “O maior benefício que o coaching traz é o autoconhecimento.
Essa peça é fundamental para afastar o distúrbio psíquico porque fortalece a autoestima e o bem estar, depois de conciliar as obrigações profissionais com atividades de prazer.

Síndrome de Burnout

Nesse ebook, falo de vários aspectos sobre a Síndrome de Burnout, A Importância de Reconhecer os sinais Burnout logo de início, também dos sintomas físicos, emocionais e comportamentais. O que o Burnout faz no seu Cérebro – Anatomia do Colapso Mental e 10 Passos Essenciais Para Evitar O Burnout.

SAIBA MAIS…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *